Como usar centro de custo para organizar as finanças

Centros de custo funcionam como departamentos de uma empresa, em que se registram entradas e saídas de dinheiro. Mas mesmo que o seu negócio ainda não seja grande o suficiente para ter departamentos, você poderá utilizar centros de custo para organizar as suas finanças, seja para um tipo de serviço que você vende, ou mesmo, para um novo projeto em que você está trabalhando.

Caso de estudo:

Vamos supor que a sua empresa trabalhe com festas, e venda bolos e salgadinhos. Quem compra bolo, não necessariamente irá comprar salgadinho, certo?! Agora vamos pensar que você teve de investir R$ 1.000,00 em equipamentos, utensílios e insumos para fabricar tanto os bolos quanto os salgadinhos. Imagine que nesse mês, você vendeu em bolos e salgadinhos R$ 2.000,00.

Cenário 1: sem organizar por centro de custo

Em uma conta simples (sem considerar mão de obra e outros gastos como gás, luz e entrega), seu lucro é:
RECEITADESPESA = LUCRO
R$ 2.000,00R$ 1.000,00 = R$ 1.000,00

Agora como saber qual dos seus negócios está vendendo mais, se o bolo ou os salgadinhos? Organizar-se da forma acima, sem separar o que é despesa e receita de cada serviço, pode levar a uma impressão errada de que um determinado serviço esteja rendendo enquanto ele pode não estar.

Cenário 2: organizando os serviços em centro de custo

Vamos dividir as despesas e receita entre 2 centros de custo e fazer a mesma conta acima para saber se você está no lucro ou no prejuízo para cada serviço:

a) Bolos
Investimento: R$ 500,00
Receita: R$ 700,00
LUCRO = RECEITADESPESA
LUCRO = R$ 700,00R$ 500,00
LUCRO = R$ 200,00

b) Salgadinhos
Investimento: R$ 500,00
Receita: R$ 1300,00
LUCRO = RECEITADESPESA
LUCRO = R$ 1.300,00R$ 500,00
LUCRO = R$ 800,00

Continuamos tendo os mesmos valores de receita e despesa do cenário 1, mas os resultados por tipo de serviço (centro de custo) são completamente diferentes. Você consegue perceber que nesse caso hipotético, o serviço de salgadinhos está vendendo bem mais que bolos. Talvez você deva investir mais no serviço b que no serviço a.


São apenas exemplos hipotéticos. Eu não sou bom cozinheiro e não entendo desse serviço especificamente, mas o exemplo acima, é para mostrar que você não precisa ser uma grande empresa para usar centros de custo para organizar as entradas e saídas de cada serviço que o seu negócio oferece. Principalmente no caso acima, podemos presumir que o serviço de bolo demanda a compra de materiais como embalagens (caixas, papeis, plásticos), enfeites e insumos que provavelmente são diferentes do serviço de salgadinhos. Pode até haver uma interseção entre os produtos que envolvem cada serviço, mas no geral, são diferentes.


 

Como visualizar isso de forma simples no aplicativo do Gerenciapp?

É fácil! Basta você acessar no menu FINANCEIRO > FLUXO DE CAIXA e selecionar o centro de custo que você gostaria de ver. E os itens de entrada e saída associada ao centro de custo que você selecionou, serão listados no fluxo de caixa, e você visualizará todos os valores do seu negócio, de forma organizada e ágil:

a) Filtrando pelo centro de custo Bolos

b) Filtrando pelo centro de custo Salgadinhos

Bons negócios!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *